Segunda a Sexta - 11h as 14h30
Sábado e Domingo - 11h as 15h

Feriados - 11h as 15h

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone TripAdvisor
NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba as novidades 
do Sarapalha direto na sua caixa de entrada!

Certificados

Copyright © 2019 - Restaurante Sarapalha

Conheça a casa elefante, que fica na cidade de Cordisburgo



O elefante tem 8,5 metros de altura e 12 metros de comprimento | Foto: Alexandre Guzanshe

É possível, sim, fazer safári de elefante em Minas Gerais. Mas no lugar de ir montado em cima do animal, a excursão dos turistas acontece dentro dele. A casa elefante, em Cordisburgo, uma cidadezinha com menos de 10 mil habitantes a 120 km de Belo Horizonte, tornou-se um dos principais atrativos turísticos da região. A terra do escritor mineiro João Guimarães Rosa e da Gruta de Maquiné tem também hoje uma casa gigante de elefante, de 8,5 metros de altura e 12 metros de comprimento.


A obra começou a ser construída há 10 anos pelo mestre de obras e escultor Stamar de Azevedo Júnior, conhecido na região como Tazico. Está em fase de acabamento e deve ficar pronta no próximo ano. “Foi uma forma que encontrei de divulgar o meu trabalho”, diz Tazico.


A casa está aberta a visitação e quando estiver pronta o mestre de obras planeja fazer um hotel no espaço. Os cômodos estão definidos: o quarto é a cabeça, a barriga a sala e na parte de trás será a cozinha e o banheiro. “A minha intenção era morar lá, mas como virou grande atração turística, mudei de ideia”, afirma Tazico, que fez toda a escultura com recursos próprios. Por enquanto funciona no lugar apenas uma pequena lanchonete.


A escultura é, na verdade, uma elefanta. E tem até nome: Lakshmin (deusa hindu que representa vitória e sucesso). Ela tem brinco e as unhas foram pintadas de bege, com desenhos de galhos. A estrutura é de ferro e cimento. Os dentes são  de ferro, papelão, gesso e fibra de vidro. Os cílios de arame e os olhos de acrílico. A tromba jorra água e logo abaixo dela foi plantada uma flor de lótus, que no simbolismo budista é a pureza espiritual.


A escultura fica logo na entrada da cidade. “Todo mundo que chega quer logo fazer a foto com o elefante”, diz Tazico.  Ele também construiu o zoológico de pedra da cidade, o  “Zoológico de Pedra Peter Lund”. Depois da obra, percebeu que a sua técnica era capaz de produzir esculturas maiores e assim nasceu a casa elefante, parada obrigatória para quem visita Cordisburgo.


Serviço:

Endereço: Rua São José, 1.152, Cordisburgo-MG

Visitação: segunda a sexta, das 8 às 17h; sábado e domingo, das 8 às 18 h

Ingressos: R$ 4 (crianças até 12 anos não pagam entrada)


--

Matéria de Revista Encontro

34 visualizações